A prova do Canadá foi sem grandes surpresas dominada pela equipa Benetton-Renault. Na sessão de qualificação Domingos Vaz fez a pole-position seguido pelo seu colega de equipa Nélson Lira e o terceiro posto coube ao Jordan-Peugeot de Luis Carreiro. A corrida terminou com o pódio para Domingos Vaz, Nélson Lira e Paulo Sousa.

Os três pilotos no pódio optaram por uma estratégia de paragem única na box para mudança de pneus e reabastecimento. A volta mais rápida pertenceu a Nélson Lira com 1.20,974. Numa prova onde estiveram 17 pilotos na grelha de partida, foram 6 os pilotos que não conseguiram trazer os seus carros até à linha da meta.