A SlipstreamSims, a PTSims e a Rquatro apresentam mais um desafio do Portugal Endurance Series.

Estamos de Volta!

Depois do sucesso nacional que foi o primeiro evento, a organização do Portugal Endurance Series (PTES) anuncia um segundo evento em 2019: as 12h do Bahrain.
O simulador será o rFactor 2 e serão utilizadas as duas expansões de GT3.
A prova terá lugar no dia 30 de Novembro, poucos dias antes da ronda do WEC (World Endurance Championship) na mesma pista. No entanto, o evento do PTES será realizado apenas com a classe GT3.
Teremos transmissão na integra no canal da eSports Simracing e os vencedores serão convidados para a Gala dos Campeões da Rquatro.
Com vista num calendário mais elaborado e completo em 2020, a organização do PTES explora a utilização dos GT3 em provas de resistência, uma vez que já existem bastantes campeonatos internacionais com o Endurance Pack, mas nenhum que utilize as expansões de GT3. Esta, que também é uma classe com eventos de alto relevo no panorama mundial das provas resistência.

Para além das comunidades organizadoras iremos contar também, com apoio da GTC Race Center, Simracing Portugal e eSports Simracing.

Contamos com a Vossa presença! Aqui fica o link para o formulário de inscrições, no entanto não deixe de passar num dos fóruns das comunidades envolvidas para conhecimento de toda a informação!

https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLScYE-Ozgg_1jg1lU9jyWbiQMDluNLOvHORpI9QpL_vWiKEtQw/viewform

 

 

Caríssimos,

Até ao dia de hoje a SLIPSTREAMSIMS, nunca solicitou nenhum valor de participação em qualquer dos nossos campeonatos, nem é um objectivo que esteja no nosso horizonte.

De momento o funcionamento da nossa comunidade exige um esforço financeiro que é totalmente suportado pela administração. No entanto acreditamos que conseguimos fazer mais e melhor e disponibilizar-vos novas ferramentas para proporcionas uma melhor experiência de simulação automóvel, bem como, continuar a ser um local de confraternização e partilha de experiências tal como previmos no inicio deste projecto que é a SLIPSTREAMSIMS.

Nesse sentido vimos propor-vos o desafio de contribuir para a nossa causa e melhorar a nossa casa para 2020.
O nosso orçamento anual neste momento é de 376€, que contempla o nosso servidor de jogo e domínio.

Como referido a cima gostaríamos de ter novas ferramentas e a vossa ajuda vai contribuir que isso seja possível, passando a dispor do Simsync e até o Live Racers.
Dito isto, partilhamos o orçamento que gostaríamos de atingir para 2020

• Servidor - 30x12 meses (360€ ano)
• Domínio - 16€ (ano)
• Simsync - 35€ (ano)
• Live Racers - 168€ (ano)
• Fundo de Maneio : 50€ (para eventuais despesas adicionais)
• Total- 645€ ano

Contudo as melhorias apenas serão adquiridas mediante a entrada de novas verbas através da Vossa ajuda.
Lógico que se por ventura as vossas empresas quiserem financiar alguma destas melhorias, podemos retribuir em publicidade nas nossas transmissões, fórum e cartazes de anuncio aos nosso campeonatos.

Contamos com vosso apoio para tornarmos a SLIPSTREAMSIMS uma melhor comunidade de SimRacing.

O campeonato de DTM da Slipstreamsims teve em Hockenheimring a sua última prova.
À partida alinharam apenas sete pilotos, a pole position foi para Tiago Sousa seguido por Bruno Sousa e António Abreu. No final da corrida venceu Bruno Sousa da Conpept Motorsport seguido por Tiago Sousa e Nuno Rosa.
O vencedor do campeonato foi Marius Nicolae da Atlantic Motorsport.
Os nossos Parabéns ao Marius e à Atlantic Motorsport pela vitória no campeonato DTM, cá vos espramos na pista.

Congratulations to Marius Nicolae and Atlantic Motorsport for winning the Slipstreamsims DTM championship we hope to see you soon at the track.

Após um grande prémio real no domingo, verdadeiramente eletrizante e imprevisível, a espectativa para a corrida do campeonato de f1 da sliptreamsims era grande. E a qualificação assim o demonstrou, com um dos diferencias de tempos mais próximos da época. André Vitória consegue Pole Position, seguido de Tiago Guerra em 2º e Rui Oliveira em 3º.

Em condições de piso seco, a partida para 11º ronda do campeonato foi bastante atribulada, fruto do muito mau arranque do piloto Tiago Freitas que perde 4 posições, provocando o caos nos pilotos que seguiam imediatamente atrás, resultando em diversos toques e danos nos seus monolugares, enquanto entre os pilotos nas posições cimeiras, destaca-se a ultrapassagem de Rui Oliveira a André Vitória na T1. Após o emparelhamento normal dos carros Rui Oliveira aumenta gradualmente a distância para os restantes, enquanto Jorge Alves, Nuno Antunes e Tiago Guerra discutem por algumas voltas a 3ª posição. Perto da Janela prevista para a 1ª paragem (15 a 25 minutos de corrida), em especial para os pilotos do Top 5, que usavam compostos médios (C2 para Oliveira e Vitória) e macios (C3 para Alves e Guerra), a luta pela 2ª posição estava ao rubro, com diversas tentativas de Tiago Guerra a André Vitória a não serem bem sucedidas. Entretanto, vindo de 8º, Tiago Freitas em composto C1 apresenta-se como um dos pilotos mais rápidos em pista por esta altura ganhando tempo ao top 4, e alcança a liderança da prova após a paragem dos 4 primeiros classificados. Entretanto no segundo pelotão as trocas de posições sucediam-se entre os pilotos Ricardo Pratos, Fernando Costa, Martinho Tereso e Miguel Cabral. Enquanto Rui Oliveira e André Vitória protagonizam uma luta interessante por cerca de 4 voltas após as suas respetivas paragens, Tiago Freitas consegue estabilizar o tempo de vantagem para os mesmos neste período, aumentando a mesma para cerca de 19s, aquando da sua paragem tardia para composto macio, ao minuto 46, o que lhe permitiu regressar à pista, ainda na 1ª posição, posição esta que conserva até ao final. Daí até ao termo da corrida, destaque para mais uma luta entre o 2º e 3º classificado, fruto de um erro do Oliveira, que permite a aproximação do André, embora sem alteração de classificação, e da ascensão ao 4º lugar de Tiago Guerra, em troca com Jorge Alves.

Com este resultado, o campeonato está ao rubro, com os 3 primeiros classificados desta prova a ficarem separados apenas por 15 pontos, com Rui Oliveira a liderar, seguido do André Vitória e Tiago Freitas.

Quanto ao campeonato de equipas, destacar a aproximação da SlipStreamSims A aos lideres PM4 Racing, com a Morabia Rebellion na 3ª posição.

Numa pista que apresenta várias possibilidades de ultrapassagem, a 7ª ronda do campeonato de Fórmula 1 da SlipStreamSims, foi deveras impressionante, com lutas constantes, quer pelos lugares cimeiros, quer no meio do pelotão.

Rui Oliveira, que dominou a tabela de tempos ao longo da semana, sem surpresa liderou ambas as sessões de qualificação, alcançando assim mais uma Pole Position, à frente de André Vitória, 2º no campeonato à altura, e Nuno Antunes, vencedor da última ronda no Mónaco.

Fruto de pneus mais macios, André Vitória ganha a liderança a Rui Oliveira no arranque, mantendo a mesma até à primeira paragem, apesar dos sucessivos ataques protagonizados pelo então líder do campeonato, Rui Oliveira, pressionado ocasionalmente por Tiago Freitas.

Após a primeira ronda de paragens nas boxes, Rui Oliveira conquista a 1ª posição a André Vitória, liderando a corrida até que o V6 híbrido do seu monolugar decidiu “calar-se” após algum abuso do modo qualificação.

Em pista, Tiago Morais e Ricardo Pratos protagonizaram uma luta titânica por posição, à semelhança do que aconteceu pela vitória da corrida entre André Vitória e Tiago Freitas, com este ultimo, fruto de uma estratégia de 2 paragens, e com pneus novos do composto mais macio para as ultimas voltas, a conseguir ultrapassar André Vitória, em dificuldades com os pneus, antes da ultima curva na derradeira volta, isto após, num grande momento de fair play, Tiago Freitas ter cedido a liderança por ter consumado uma ultrapassagem ilegal a André Vitória na penúltima volta.

Nas contas do campeonato, com 12 pontos a separar os 3 primeiros, troca de liderança entre Rui Oliveira e André Vitório, com Tiago Freitas a assumir a 3ª posição à geral.

Quanto ao campeonato de equipas, destaque para a ascensão ao 3º lugar da EM Racing Team relegando para a 4ª posição a poderosa Morabia Rebellion, enquanto a PM4 Racing continua a liderar por 50 pontos SlipStreamSims.

Esperemos que a longa reta e curvas de apex tardio do circuito de Paul Ricard consiga proporcionar uma corrida com a mesma emoção!