Hockenheimring foi a quarta prova do campeonato, ou seja, o campeonato está  meio e Nélson Lira mantém a liderança com 93 pontos, seguido pelo seu colega de equipa Domingos Vaz com 61 pontos e o terceiro lugar pertence a Paulo Sousa com 38 pontos. Na sessão de qualificação a pole position pertenceu a Nélson Lira, seguido de Domingos Vaz e o terceiro

A prova do Mónaco começou com 14 pilotos na grelha de partida, mas, só 7 terminaram a prova. Tendo em conta que o traçado do Mónaco não permite descuidos por parte dos pilotos era esperado que alguns não chegassem ao fim, no entanto, ainda antes de se completar 50% da corrida já 50% dos pilotos tinham desistido devido a acidentes.

Na primeira prova do campeonato a Benetton-Renault dominou, sendo que durante a prova Nélson Lira e Domingos Vaz alternavam de posição de forma planeada, Luis Carreiro com o seu Jordan-Peugeot esteve sempre no encalço dos homens da Benetton, mas sem conseguir ameaçar eficazmente os adversários.

A prova do Canadá foi sem grandes surpresas dominada pela equipa Benetton-Renault. Na sessão de qualificação Domingos Vaz fez a pole-position seguido pelo seu colega de equipa Nélson Lira e o terceiro posto coube ao Jordan-Peugeot de Luis Carreiro. A corrida terminou com o pódio para Domingos Vaz, Nélson Lira e Paulo Sousa.

No dia 12-03-2018 começa então o campeonato Historic F1 1996, a prova de abertura é realizada no Brasil, circuito de Interlagos. Em 1996 participaram quatro Brasileiros nesta prova, nomeadamente Pedro Diniz, Rubens Barrichello, Ricardo Rosset e Tarso Marques. O português Pedro Lamy também participou nesta prova ao volante do seu Minardi-Ford tendo terminado em 10º lugar.